covid 19

RESTRIÇÕES DE VIAGEM, REQUISITOS DE ENTRADA E SAÍDA

Antes de viajar tenha atenção:

  • Observe as condições de saída do território de onde pretende iniciar a sua viagem;
  • Verifique os requisitos de entrada do território para onde pretende viajar, designadamente dos testes necessários, certificados, medidas profiláticas ou outras regras eventualmente aplicáveis:
  • O uso de máscara cirúrgicas é obrigatório desde a entrada no aeroporto de partida até à saída do aeroporto de chegada;
  • O uso de máscara cirúrgicas é obrigatório na aeronave;
  • Os passageiros deverão trocar a máscara de 4 em 4 horas, ou em intervalos menores – no caso de estarem húmidas ou transpiradas, pelo que deverão acautelar stock para toda a viagem;
  • Não são permitidos outro tipo de máscaras além das referidas anteriormente.

 

PARA ENTRADA OU TRÂNSITO EM PORTUGAL

Aos passageiros oriundos de São Tomé e Príncipe é exigível a apresentação de teste para rastreio da infeção por SARS-CoV -2, com resultado negativo ou de Certificado Digital COVID UE apenas nas modalidades de certificado de teste ou de recuperação.

Não é aceite o Certificado Digital COVID EU de vacinação.

Os testes permitidos encontram-se abaixo listados.

  • TAAN – Teste de amplificação de ácidos nucleicos (RT-PCR, NEAR, TMA, LAMP, HDA, CRISPR, SDA, etc), realizado nas últimas 72h que antecedem o embarque.

 

Considera-se válido um exame efetuado por um laboratório certificado contendo as informações mínimas exigidas pelo Comité de Segurança da Saúde da União Europeia, nomeadamente:

  • Identificação do passageiro;
  • Identificação do laboratório em que o teste foi realizado, com menção à respetiva certificação;
  • Referência à utilização da metodologia;
  • Data e Hora de realização do teste;
  • Resultado do teste como “negativo” / ” Não detetável”;
  • Apresentado em português, francês, inglês, espanhol e Italiano.

 

O resultado do teste tem de ser apresentado no check-in, no embarque e na chegada, em suporte digital ou físico (papel).

  •  Teste Antígeno (TRAg) realizado nas últimas 48h que antecedem o embarque. São apenas aceites testes antigénios aceites pelo Comité de Segurança da Saúde da União Europeia. Os comprovativos da realização do teste devem incluir os dados mínimos exigidos pela mesma entidade.

 

Testes do NHS ou Trace Test realizados no Reino Unido não são válidos para viajar.

Exceções à realização de teste:

  • Crianças que ainda não tenham completado doze (12) anos de idade;

PARA ENTRADA EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

As autoridades São-Tomenses determinaram que em voos com destino a São Tomé, os passageiros devem apresentar no momento da partida, o comprovativo de teste ao COVID-19, nomeadamente teste molecular RT-PCR com resultado negativo, realizado nas últimas 72 horas antes do voo. Esta medida aplica-se a passageiros adultos e menores de idade.

 Exceções à realização de teste:

  • Crianças que ainda não tenham completado doze (12) anos de idade.

VIAGENS ENTRE AS ILHAS DE SÃO TOMÉ E DO PRÍNCIPE

As autoridades São-Tomenses determinaram que nos voos entre a ilha de São Tomé e a Ilha do Príncipe (e vice-versa), é obrigatória a realização de teste rápido de Antigénio efetuado até 48 horas antes do voo. Esta medida aplica-se a passageiros adultos e menores de idade.

 Exceções à realização de teste:

  • Passageiros com Cartão Nacional com as doses completas;
  • Portadores de Certificado Digital COVID-19 da União Europeia e outros certificados de vacinação COVID-19 reconhecidos pela Autoridade Sanitária Nacional;
  • Crianças que ainda não tenham completado doze (12) anos de idade.

DESTINOS

Sao Tome e Principe
Guiné Bissau